Grupo Celinho

Blog do Celinho

Audi A7 chega ao Brasil como 'sedã inteligente'.
27/02/2018

Modelo traz direção semi-autônoma, duas centrais multimídia e rodas traseiras que viram.

Audi revelou no mês de outubro de 2017 a nova geração do sedã A7, que chega agora ao Brasil. No ano passado a marca alemã promoveu um test-drive com o modelo na Cidade do Cabo, na África do Sul, onde antecipou algumas informações sobre sua chegada a América do Sul.

O modelo foi um dos destaques da marca no Salão do Automóvel, em novembro, e as vendas já começaram na sequência, na virada do ano.

O sedã de quase 5 metros de jeitão de cupê é oferecido na versão 55 TFSI, seguindo o novo (e confuso) padrão de nomenclaturas da Audi. Ela traz motor V6 de 340 cavalos e 51 kgfm acoplado ao câmbio de dupla embreagem e 7 marchas com tração integral.

O A7 não deve vir a ser um modelo que represente grandes volumes de vendas para a Audi. A ideia dele é transmitir uma nova imagem da empresa, de não querer vender carros premium pouco equipados, como acontecia há poucos anos, até por isso, a estratégia para este caso, foi disponibilizar praticamente todos os itens disponíveis.

É o caso do assistente de direção em situações de tráfego pesado, quando o carro praticamente “se dirige”, controlando aceleração, frenagem e direção, seguindo o veículo a frente.

O pacote também inclui o eixo traseiro direcional, que auxilia na estabilidade e nas manobras e as duas telas centrais, de 10 e 8,6 polegadas, que praticamente eliminam os botões a bordo.

Outros itens que a versão nacional do A7 apresentam, são teto solar, ar-condicionado com 4 zonas de regulagens de temperatura, quadro de instrumentos digital e personalizável, porta-malas com abertura elétrica, bancos de couro com regulagens elétricas e memória e sistema de som da grife Bang & Olufsen com até 19 alto-falantes.

Fonte: Jornal do Carro

 

 

Grupo Celinho
FacebookInstagramYouTube

Criação: GrupoCelinho@Marketing