Grupo Celinho

Blog do Celinho

Câmbio automático: afinal, ele tem embreagem ou não?
06/03/2019

Você leva o seu carro, que não tem o pedal da embreagem, para a revisão e vem no orçamento: troca do disco de embreagem. Mas, como assim?

O câmbio automático tem embreagem? Não, claro que não. O câmbio automático tem conversor de torque. Quem tem embreagem é o câmbio automatizado, porque ele é um câmbio manual, tem a embreagem, tem que passar as marchas. Só que o motorista não faz nada disso, tem como se fosse um pezinho escondido que aperta a embreagem e uma mãozinha escondida que passa as marchas, tudo controlado por um computador. Mesmo assim é inevitável aquele ‘tranquinho’ na passagem das marchas.

Já o câmbio automático convencional, por ter um conversor de torque, a passagem das marchas é muito mais suave. Mas, desde que surgiu o câmbio automatizado, alguns vendedores de concessionárias dizem para o cliente que o automático e o automatizado é tudo a mesma coisa. E aí na hora de fazer a revisão dos 40 ou 50 mil quilômetros, o dono do carro não entende nada, porque vem no orçamento da oficina a troca do disco de embreagem ou da chapa de pressão.

Exatamente porque o câmbio automatizado é mais barato que o automático, ao invés de aumentar ele reduz o consumo de combustível, é mais leve, mas tem desvantagens. Ele não é tão suave como o automático e, também, tem a troca da embreagem de tempos em tempos, ao contrário do automático convencional, que tem um conversor de torque no lugar da embreagem.

Fonte: autopapo.com.br

 

 

Grupo Celinho
FacebookInstagramYouTube

Criação: GrupoCelinho@Marketing